Sergio Lopes – Cantor Evangélico

 

Passeando pelo Youtube encontrei uma de minhas composições mais difíceis (A Santa Ceia) num simples lyric de Mirian Janet Bertoni (Obrigado, querida desconhecida, pelo registro!).

Achei interessante expor no blog as circunstâncias dessa composição: Eu estava entediado com a profusão de músicas nas rádios falando textos e frases escritos pelos homens como eu, pecadores, falhos, imperfeitos, e queria saber como era ouvir uma música que tivesse uma letra tão perfeita que não pudesse ter sido escrita por homens e nem fosse passível de qualquer correção ou repreensão. Pensei comigo mesmo que isso somente seria possível reunindo numa canção apenas e tão somente palavras ditas pelo próprio Cristo, desde a primeira até a última frase. Nesse momento entendi o desafio que o Espírito Santo me impôs.

Então peguei minhas bíblias (várias traduções) e comecei a pintar com o marca-texto todas as palavras que Cristo falou nos instantes que antecederam a última ceia, passeando pela narrativa peculiar de cada um dos quatro evangelhos. Depois peguei o violão e olhando para a folha com as frases escritas, fui construindo a melodia para as frases ditas por Jesus antes da ceia, e traduzidas para o português, e assim consegui finalmente compor uma música onde as palavras são completamente dEle, e não minhas ou de qualquer outro homem como eu. Eu me anulei como letrista e apenas usei a musicalidade que Ele me emprestou para musicar as palavras que são apenas dEle, descrevendo o simbolismo de sua própria morte. Sinto refrigério todas as vezes que ouço essa música, pois sinto como se tivesse feito uma canção em parceria com o meu Senhor, onde a letra é inteiramente dEle, e eu fui o frágil instrumento usado para musicá-la. Haverá honra maior que essa para um compositor? A iluminação dos arranjos foi para Ronald Fonseca (Trazendo A Arca, RJ), e o solo de violino é de Ricardo Amado (Orquestra Sinfônica Brasileira, RJ).

A música “A Santa Ceia” faz parte do meu Cd Getsêmani (Art Gospel, 2008), e também foi gravada com versão em inglês (“The Holy Supper”). Clique na imagem abaixo para ouvi-la em português.

Deixe um comentário

×